Trauma ocular


São lesões internas, ou externas, que afetam a visão. Estão associados ao trauma ocular: acidentes domésticos, quedas, brigas e, até mesmo, as práticas esportivas. Dependendo da violência do choque, em relação ao acidente, as consequências podem ser graves, capazes de levar à sequelas que podem comprometer a saúde dos olhos da pessoa que sofre o trauma. Podendo causar uma cegueira irreversível.

Existem dois tipos de traumas oculares:

– Contuso, caracterizado por acidentes ocasionados por impactos físicos na região dos olhos, feitos por objetos variados ou contato pessoal, causando perfurações ou contusões mais graves na região ocular;

– Químico, causado por acidentes com produtos químicos que atingem a visão, provocando queimaduras, dores, danos ao epitélio (camada fina de pele que envolve a córnea) ou na retina.

Quando acontecer o acidente, é necessário recorrer a um serviço de emergência ou procurar um especialista para avaliar a gravidade do caso e a melhor forma de tratamento. O melhor é prevenir, estando atento às possibilidades de risco que o objeto manuseado pode ocasionar, tendo mais cautela a fim de evitar acidentes.